10 filmes para curtir o Dia do Rock

dia mundial do rock 13 de julho

“Hoje é dia de rock, bebê!” A frase foi dita pela atriz Christiane Torloni no Rock in Rio de 2011, mas se encaixa perfeitamente hoje, afinal hoje é o Dia do Rock! A música tem tudo a ver com cinema e o rock, diga-se de passagem, está sempre presente, nem que seja numa pequena ponta sonora. O Bloga da Cahu não podia deixar passar em branco uma data tão barulhenta, então confira nossa lista.

Quase Famosos – O longa conta a história de um jovem apaixonado por rock’n’roll que é contratado pela Rolling Stone para acompanhar a banda Stillwater durante uma turnê pelos Estados Unidos. Patrick Fugit, Billy Crudup e Frances McDormand integram o elenco que teve como principal destaque a participação de Kate Hudson, que recebeu uma indicação ao Oscar pela atuação.

Alta Fidelidade – A história gira em torno de Rob Gordon (John Cusack), o dono de uma loja especializada em discos em vinil que está prestes a terminar um relacionamento quando decide fazer uma seleção do seu top 5 “Finais de Relações”. Tudo isso diante de uma trilha bem eclítica, que traz Queen, Elton John, Elvis Costelo, Bob Dylan, The Velvet Underground, Stevie Wonder e The Chemical Brothers.

The Doors – Um dos grandes nomes da história do rock, Jim Morrison teve sua vida contada no filme The Doors, de Oliver Stone. Apesar do título fazer menção à banda liderada pelo vocalista, a trama foca suas atenções nele, que é interpretado por Val Kilmer, em uma de suas atuações mais marcantes.

Escola de Rock – Rock’n’roll também se aprende na escola. Este é o lema de Dewey Finn (Jack Black), um músico que passa a trabalhar como professor logo após ter sido demitido de sua própria banda. Logo ele começa a ensaiar clássicos do mais puro rock com os alunos, visando participar de um campeonato infantil. A questão é que nem a direção da escola nem os pais das crianças sabem da ideia.

The Wonders – O Sonho Não Acabou – é uma divertida comédia romântica com ecos dos anos 60 e todos os clichês do meio musical. Da banda que estoura do nada aos problemas de ego causados pelo sucesso repentino, da fã número 1 (Liv Tyler) que acompanha o grupo desde seu início ao produtor (Hanks) que acredita em seu potencial. Tudo embalado por “That Thing You Do!”, música que foi até mesmo indicada ao Oscar.

Os Reis do iê iê iê – mostra o quarteto formado por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr como reféns do sucesso, apresentando diversos apuros que eles entram por causa da perseguição de fãs histéricas. O filme faz tudo isso com humor e, é claro, muita música. “Can’t Buy Me Love”, “And I Love Her”, “I Wanna Be Your Man”, “All My Loving” e “She Loves You” são algumas das canções presentes na trilha. Também não poderia faltar “A Hard Day’s Night”, que dá o nome original ao longa.

20171187

Não Estou Lá – Seis atores, um mesmo cantor. A vida de Bob Dylan foi de tal forma camaleônica que o diretor Todd Haynes achou que apenas um intérprete não representaria bem todas as suas facetas. Desta forma foram escalados Heath Ledger, Christian Bale, Richard Gere, Ben Whishaw, Marcus Carl Franklin e até mesmo uma mulher, Cate Blanchett (foto), que foi indicada ao Oscar pelo papel. Cada um deles representando uma época ou um estado de espírito de Dylan, apresentado muitas vezes de forma simbólica.

20171184

The Runaways – Garotas do Rock – mostra a força das mulheres ao empunhar a guitarra e subir no palco. O filme é baseado na história verídica da banda do título, formada graças à vontade de Joan Jett (Kristen Stewart) em ter uma banda própria e o tino comercial do produtor Kim Fowley (Michael Shannon), que via potencial econômico em um grupo formado apenas por mulheres.

Cazuza  – O Tempo não Para – Baseado no livro “Só as Mães São Felizes”, escrito pela mãe do cantor, Lucinha Araújo, o longa-metragem também retrata o lado carioca do BRock, o rock nacional que emergiu no início dos anos 80. O foco principal está na banda Barão Vermelho, que contava com Cazuza como vocalista em sua primeira formação, mas temas como a redemocratização do país e uma maior liberalidade entre os jovens são mencionados como pano de fundo. Destaque também para Daniel de Oliveira, pela interpretação quase mediúnica do cantor.

Somos tão Jovens – conta a emocionante e desafiadora história da transformação de Renato Manfredini Jr. no mito Renato Russo, revelando como um rapaz de Brasília, no final da ditadura, criou canções como Que País é Este, Música Urbana, Geração Coca-Cola, Eduardo e Mônica e Faroeste Caboclo, verdadeiros hinos da juventude urbana dos anos 80 que continuam a ser cultuadas geração após geração por uma crescente legião de jovens fãs.

Reserva

Anúncios
Marcado com: , ,
Publicado em Aleatoriedades, Sugestões
2 comentários em “10 filmes para curtir o Dia do Rock
  1. Lari Reis disse:

    Boas indicações! A começar pelo primeiro que é, talvez, o melhor filme que une jornalismo e paixão pela música da história dos filmes :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: